senhor_omuluNa Umbanda, o culto é feito a Omulu que se desdobra com o nome de Obaluayê.

Sua forma velha detém o poder sobre a cura de doenças. É um orixá sombrio, severo e bravo se for desrespeitado, porém pai bondoso e fraternal para os merecedores através de gestos humildes e leais.

Seus filhos têm tendência à autopunição, possíveis problemas nos membros inferiores, pequenos defeitos físicos e alergias. É considerado o “Senhor da doença”.

No dia a dia, seu comportamento é masoquista, um tipo de pessoa que costuma exagerar em seus sofrimentos, eles são incapazes de se sentir satisfeitos, mesmo quando a vida está tranquila.

Por sua imaginação triste, eles podem dispensar um belo dia de consagração à felicidade. Sua marca mais forte nem é a exibição desse sofrimento, mas o sofrimento em si. A tendência autopunitiva é tão forte que podem se transformar em problemas psicológicos, isso significa passar todo o problema para o físico.

Como a palha cobre suas chagas e demonstra um caráter tenebroso, o filho desse orixá oculta sua individualidade como uma máscara e até um respeito e certo medo dos outros. Entretanto, isso não ocorre, pois se apresentam humildes, simpáticos e caridosos.

Dessa forma, esse orixá toma a personalidade da caridade na cura das doenças, sendo considerado o “Orixá da Saúde”, Chefe da terceira linha da Umbanda, cuida também dos mortos. Agora, vamos a algumas de suas características:

Saudação: Atotô, que significa “silêncio, respeito”.

Astro regente – Saturno.

Bebida – água-de-arroz.

Características do Orixá – sábio e destemido.

Cores – branco e negro.

Dia da semana – segunda-feira.

Elemento – Terra.

Ervas – jurubeba, erva-de-bicho, picão.

Flores – qualquer uma de cor branca.

Metal – chumbo.

Numerologia – 13.

Pedras – Ônix e pedras negras.

Sincretismo – São Roque (festejado em 16 de agosto) e São Lázaro (17 de dezembro).

E para finalizar o post, menciono dicas para vocês fazerem no dia de hoje: banho de chá de babosa do pescoço para baixo, comer fruta do conde e pipoca. São ótimas pedidas para fortalecer nossa coragem diante da vida!

Desejo paz e luz a todos!

Beijos,

Márcia Fernandes