pretos_velhosHoje comemoramos o Dia dos Pretos Velhos e Pretas Velhas na Umbanda!

São entidades elevadas as quais se apresentam estereotipadas como anciãos negros conhecedores da Magia Divina, da manipulação de ervas. São excelentes mandingueiros, mestres dos elementos da natureza os quais se utilizam de seus benzimentos e trabalhos espirituais.

A dor sofrida pelos negros na época da escravidão fez com que a linha de Pretos Velhos refletisse sobre a humildade, a sabedoria, a paciência e a perseverança. Sua sabedoria e humildade são características marcantes e sua calma e ensinamentos são profundos. São considerados ótimos conselheiros, amigos que nos dão força, coragem. Apresentam-se na Umbanda sentados em banquinhos fazendo seus atendimentos com linguagem simples e sábia.

A característica principal desta linha é a sua elevada orientação espiritual.
Utilizam vários elementos em seus trabalhos como o cachimbo, cigarros de palha e ervas.

A linha de Pretos Velhos é regida pelo mistério Ancião na força do Orixá Obaluaiê que é o Orixá sustentador da evolução, da transformação e transmutação dos seres, mas se apresentam também na linha de outros Orixás.

Em cada linha de atuação, apresentam-se com nomes diferenciados. Os nomes mais comuns são: Pai João, Pai Joaquim, Pai Benedito, Pai José de Angola entre outros.

Agora, vamos saber um poucos mais sobre as principais características:

Dia da semana – segunda-feira.

Cor – preto e branco.

Linha – evolução, transformação, transmutação.

Elementos de trabalho – ervas (alecrim, guiné, arruda, folha de fumo, louro, levante entre outras).

– Palha da costa, pipoca, semente lágrima de Nossa Senhora; cachimbo, fumo.

Pedras – turmalina, cristal, ônix.

Comidas – batata-doce, tutu de feijão, doce de abóbora, rapadura.

Bebidas – aguardente e café sem açúcar.

Fruta – pinha, pera, coco seco.

Flores – rosa branca, margarida, crisântemo branco.

Vela – vela preta e branca, branca e violeta.

Neste dia, o que você poderá fazer para agradar os Pretos Velhos? Seguem as dicas:

– Banho de água de canjica. Prepare a canjica, reserve a água e após seu banho higiênico, banhe-se do pescoço para baixo. Deixe secar naturalmente.

– Acender velas branca e preta ao meio-dia.

– Comprar Crisântemos e deixá-los em casa.

– Preparar café preto em uma xícara branca, sem açúcar e um charuto. Acenda o charuto ao lado da xícara de café e ofereça aos Pretos Velhos maravilhosos.

– Outra dica de banho. Macere em dois litros de água morna: 01 galho de arruda fêmea, 01 galho de arruda macho e pétalas de rosa branca. Após seu banho higiênico, banhe-se com esse preparo do pescoço para baixo e durma com o banho.

Além disso, 13 de maio é o Dia da Libertação dos Escravos!

“Salve Pretos Velhos, Salve Pretas Velhas, Salve nosso amado Pai Obaluaiê, Atotô meu Pai, Salve Nossa Amada Mãe Nanã Buroquê, Salubá Nanã!”

Beijos,

Márcia Fernandes