testking outlet IT testking outlet http://www.examboom.com pass4itsure Straight Lace Front Wigs

Hoje, 26 de Julho, é Dia de Santa Ana!

26 de julho de 2014 | Postado por Márcia Fernandes em Santos - (Comentários desativados)

santa_ana1Santa Ana, a avó de Jesus. Santa Ana cujo nome em hebraico significa graça; filha de Aarão que era um sacerdote, nasceu em Belém. Sant’ Ana era casada com São Joaquim e não tinham filhos, pois ela era estéril, apesar dessa dificuldade, vivia uma vida de fé e oração.

Já em idade avançada, Deus a abençoou com o nascimento da Virgem Maria que foi escolhida para ser mãe de Jesus. Diante disso, Sant’ Ana se torna padroeira das gestantes, das mães e das mulheres que têm dificuldade para engravidar ou parto difícil e também padroeira dos idosos.

Comemora-se também neste dia o dia dos avós, por Sant’ Ana e São Joaquim serem avós de Jesus e também para celebrar a vida, reconhecer o valor da experiência, sabedoria e fé.

Padroeiros dos Avós: Sant’ Ana e São Joaquim.

O orixá Nanã sincretiza com Nossa Senhora de Santa Ana, avó de Jesus, é a força da natureza feminina mais antiga na criação Divina. Para alguns, Nanã é a “Senhora dos Mistérios”, pois ela teve participação ativa na criação do mundo.

O orixá Nanã é a energia que dá origem ao mundo, é a junção dos elementos terra e água. Da lama, do barro surgiu a primeira manifestação de vida do planeta Terra.

Dessa energia, surge toda a vida e para essa energia volta toda a vida quando finda a encarnação.

Nanã Buruquê é o orixá do fundo das águas, do lago ou do mar, do lodo, da lama ou da velhice. Nanã sintetiza em si morte, fecundidade e riqueza.
Regula tanto o nascimento quanto a morte do ser encarnado. Nanã responde juntamente com Obaluaiê pelo equilíbrio energético da matéria e do espírito.

A energia de Nanã é muito utilizada em problemas espirituais, desmanchando miasmas e obsessões.

É o orixá de ligação com os eguns, já que é associada com a criação e a morte dos seres vivos.

No processo de encarnação do espírito, Nanã atua junto com Obaluaiê, na preparação e adormecimento do espírito que irá ocupar uma nova matéria. Portanto, um dos campos de Nanã é a memória dos seres. Por isso, é o Orixá que rege a velhice, a sensibilidade por estar associada à época de nossas vidas que começamos a não ter lembranças de tudo que nos acontece.

Agora, vamos para algumas características:

Cor – roxa, lilás.

Ervas – manjericão roxo, colônia, ipê roxo, erva de passarinho, dama da noite, canela de velho, manacá.

Símbolo – chuva.

Pontos da natureza – lagos, águas profundas, lama, cemitérios, pântanos.

Flores – todas as roxas.

Essências – lírio, orquídea, limão, dália.

Pedras – ametista, tanzanita.

Metal – latão e níquel.

Saúde – dor de cabeça, problemas de intestino.

Planeta – Lua e Mercúrio.

Dia da semana – sábado.

Elemento – água.

Chakra – frontal e cervical.

Saudação – salubá Nanã.

Bebida – champanhe.

Número – 13

Comemoração – 26 de julho.

Sincretismo – Sant’ Ana

Incompatibilidade – lâminas e multidões.

Santa Ana, Nanã, que vossa força possa revitalizar nossas vidas, que vossa luz conduza nosso destino e que seus guardiões estejam sempre a nossa frente nos protegendo. Amém. Salubá Nanã!

Beijos,

Márcia Fernandes

Hoje é dia de…

26 de julho de 2014 | Postado por Márcia Fernandes em Hoje é Dia de... - (Comentários desativados)

As pessoas nascidas no dia 26 de Julho são regidas por São Pedro e Nossa Senhora Aparecida; regidas também por Saturno. São pessoas dinâmicas, influentes, atraentes, responsáveis demais e precisam dormir bem para não terem depressão.

Jogue fora suas “batatas”!

25 de julho de 2014 | Postado por Márcia Fernandes em Auto Ajuda - (Comentários desativados)

jogue_batatasPessoal, encontrei esta pequena história pela internet e achei o ensinamento dela muito interessante para nossos dias atuais. Vamos a ela e você saberá por que.

“Um professor pediu aos alunos que levassem uma sacola com batatas para a sala de aula.
Solicitou que separassem uma batata para cada pessoa que os magoara ou de alguma forma os fizera sofrer.
Então, escrevessem o nome da pessoa na batata e a colocasse dentro da sacola.
Eles começaram a pensar,
e foram lembrando uma a uma…
Algumas sacolas ficaram muito pesadas!
A tarefa seguinte consistia em, durante uma semana, carregar consigo a sacola com as batatas para onde quer que fossem.
Com o tempo as batatas foram se deteriorando.
Era um incômodo carregar a sacola o tempo todo e ainda sentir seu mau cheiro.
Além disso, a preocupação em não esquecê-la em algum lugar fazia com que deixassem de prestar atenção em outras coisas que eram importantes para eles.
E foi assim que os alunos entenderam a lição de que carregar mágoas é tão ruim quanto carregar batatas.
Quando damos importância aos problemas não resolvidos
ou às promessas não cumpridas, nossos pensamentos enchem-se de mágoa, aumentando o stress e roubando nossa alegria.
Perdoar e deixar estes sentimentos irem embora é a única forma de trazer de volta a paz e a calma.
Vamos lá!
Jogue fora suas “batatas” !
E sorria!!!”                                       
(Autoria desconhecida)
Gostaram da reflexão? Espero que sim! Então, joguemos fora todas nossas mágoas, rancores e ódio, vamos perdoar o próximo, dar mais uma chance de conciliação, limpar nosso coração, não deixe a alma perder a alegria de viver, de sorrir e de curtir o belo da vida. Cultive somente bons pensamentos e sentimentos, assim não teremos batatas mal cheirosas em nosso caminho. Pense nisso com carinho!

Beijos,

Márcia Fernandes